BEM AVENTURADOS OS MANSOS DE CORAÇÃO PORQUE ELES HERDARÃO A TERRA

JUN/2019

Manso é aquele que tem gênio afável, sossegado, temperamento pacífico, tranquilo, calmo e sereno; procura a paz e faz o bem, confiante no Senhor Deus; por isso não se entrega à ira, nem a cólera. A mansuetude é qualidade do Espírito, cujo “fruto é amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.” (Gl 5:22). 

E o que significa herdar a Terra? Como podem os mansos terem lugar num planeta onde a insegurança, o medo e o desejo perturbado pelo prazer, pelo poder e pela fama nos levam a pensamentos e ações sem ética ou consideração por aqueles que caminham a nosso lado? 

Como podemos presenciar, e mesmo filmar, uma cena mórbida e não ajudar a vítima a sair do sofrimento? Como podemos abusar, violentar, oprimir e matar outro ser humano sem sentir culpa?  O que fizemos com o sentimento de justa indignação diante de uma injustiça? Qual é a causa de tanta indiferença diante da crueldade e da violência?

A banalidade do mal

Pesquisas sobre a violência confirmam o que os Mestres dizem há muito: a crescente exposição a relatos, cenas e experiencias de violência física, emocional e mental – que na atualidade são veiculadas nos meios de comunicação como jornais, rádio, TV, mídias sociais e portais de notícias online – influenciam o comportamento das pessoas e banalizam o mal, com a consequente perda de sensibilidade para o sofrimento imposto ao outro.

O teórico da comunicação  George Gerbner e seus colegas sugerem que o tempo de exposição de uma pessoa à violência influencia sua percepção da realidade e produz a chamada ‘síndrome mundial da malvadez', em que o mundo é percebido como perigoso e malvado e a violência é virtualmente inevitável, produzindo comportamento agressivo e ao mesmo tempo uma espécie de anestesia moral ou de desligamento, com redução da capacidade de confiar e de se vincular ao outro. 

 

Mudança de ciclo planetário

Desde o ano de 1.700 d.C., nosso planeta entrou num novo ciclo planetário, batizada por Sri Yukteswar como a era das Eletricidades, em que o intelecto humano pode perceber e compreender as matérias sutis – os campos eletromagnéticos e vibracionais que estruturam e mantém as formas e os fundamentos do mundo físico – os  atributos constitutivos e estruturantes do mundo exterior.

Esse período, que terá a duração de 2.400 anos, iniciou-se com a descoberta e utilização das forças naturais como a eletricidade, o magnetismo e a energia atômica, com grande avanço em todas as áreas do conhecimento humano, incluindo uma maior consciência e percepção do mundo astral, capacitando as pessoas a compreender como as emoções e pensamentos influenciam os acontecimentos e o modo pelo qual experimentamos o mundo. 

Por isso, tudo o que estava oculto agora vem à luz, com a queda das máscaras e escândalos que eclodem em todas as esferas da sociedade, resultando na separação do joio e do trigo.

 

Os herdeiros da Terra

A partir de um estudo elaborado em 1922, o escritor e jornalista Walter Lippmannconcluiu que as pessoas se relacionam com o mundo real a partir de imagens criadas em suas próprias mentes. Cientes dessa verdade, Jesus e os grandes mestres nos exortam à compreensão, à fraternidade, à humildade e à mansidão. Com o coração pacificado, conseguiremos viver e agir como verdadeiros filhos de Deus.

Para pacificarmos o coração e frutificar o amor, precisamos ordenar nossos pensamentos e sentimentos de acordo com os valores subjacentes à Criação – a “terra” que será herdada pelos mansos e humildes.

Essa ordenação da alma somente pode acontecer se somos capazes de identificar e de afastar os pensamentos e as representações violentas, injustas, opressivas e egocêntricas que nos aproximam de todo o mal e nos afastam de todo o bem.

 

Cuidar do imaginário

É importante compreender que cada pensamento cria as coisas de acordo com a sua própria natureza e que essa lei atua sempre de acordo com a espécie de pensamentos que habitualmente se tem. 

Para mudar as circunstâncias de nossa vida, é necessário restaurar a paz e a harmonia na mente e no coração. Observar nossos sonhos, desejos e pensamentos possibilitam descartar tudo que nos afasta do bom, do belo e do justo. O autoconhecimento pode ser conquistado pela meditação e por abordagens com acesso a esses níveis de consciência mais sutis, como a Terapia Transgeracional, que tem por objetivo a identificação e dissolução dessas perturbações em sua origem, seja herança familiar, vidas passadas ou produzidos por personagens intrusos (obsessores).  

Consultas:
 

Instituto Ananda Terapias Integradas

Av. Nossa Senhora de Copacabana, nº 664, sala 706.

Galeria Menescal, portaria 4

Copacabana - CEP: 22050-002

Rio de Janeiro/RJ

Agendamentos:
 

T. 21 2257-2403

C. 21 97681-6633